Presidente do DAE culpa crise hídrica e tempo seco por falta de água em VG

199 0

O presidente do Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Várzea Grande, Carlos Alberto Simões de Arruda, justificou na manhã desta segunda-feira (16), que os problemas que estão levando à população ficar sem água nas torneiras é decorrente da crise hídrica e tempo seco.

Para Carlos Alberto, não foi toda a cidade que ficou sem água nos últimos dias e o departamento faz o possível para resolver o problema, que perdura há vários anos.

Na última sexta-feira (13), cerca de 50 moradores se manifestaram contra os serviços prestados pelo departamento em frente à prefeitura. Na ocasião, o presidente do DAE chegou a discutir com um morador e os dois quase entraram em vias de fato.

Como solução, ele apontou a construção de três novas estações, sendo uma no Cristo Rei, uma na Barra do Pari e uma em Bonsucesso.

Empréstimo da Caixa

Nesta manhã, o prefeito Kalil Baracat (MDB) assinou um contrato com a Caixa Econômica Federal para obras de infraestrutura no município. O financiamento de R$ 90 milhões, prevê R$ 70 milhões para asfalto e R$ 20 milhões para construção de mais uma Estação de Tratamento de Água (ETA).

Durante a solenidade o prefeito disse acreditar que vai cumprir sua promessa de campanha e solucionar a falta de abastecimento de água com a construção das três ETAs.

Informações: Felipe Albuquerque – RDNEWS

Post Relacionado

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *