Medeiros vê denúncia do MPE como perseguição: “Igual fazem com Bolsonaro”

125 0

O deputado federal José Medeiros (Podemos) acredita que é vítima de perseguição política, assim como, segundo ele, estaria acontecendo com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), do qual ele é vice-líder na Câmara dos Deputados.

Medeiros foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) por disseminação de fake news, em uma petição assinada pelo chefe do Ministério Público Estadual (MPE), o procurador-geral de Justiça José Antônio Borges Pereira. A informação foi publicada no Diário de Justiça desta sexta-feira (27).

De acordo com o MPE, o deputado agiu de má fé ao manipular informações sobre uma investigação sigilosa movida pelo órgão, e com a intenção de disseminar fake news sobre as urnas eletrônicas, no momento em que o país enfrentava fortes discussões sobre o assunto.

Por meio de nota, Medeiros avaliou que o procurador-geral de Justiça estaria de perseguição política em relação a ele, e usando o MPE para “barrar o debate democrático”. O deputado ainda ponderou que, em relação a outros temas de relevância social, José Antônio Borges não se pronunciou, produzindo “um silêncio perturbador e uma omissão inexplicável”. Por isso, acredita que ele “age a serviço de forças políticas, que estão preocupadas apenas com o processo eleitoral de 2022”.

Medeiros afirmou que respeita o Ministério Público, mas, diante da situação, vai acionar o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para investigar o possível uso político do MPE.

Informações: Reporter MT

Post Relacionado