“Herdeiro” da TVCA é suspeito de matar funcionário de fazenda com tiro na barriga

164 0

Neto do ex-empresário Ueze Zahran (fundador da TV Centro América) e filho do ex-deputado federal Gandi Jamil (MS), o empresário Gabriel Gandi Zahran Georges, de 33 anos, é investigado pela morte de Rosevaldo Matias Moitinho, de 46 anos, ocorrida na noite do último domingo (29), em Campo Grande (MS).

De acordo com informações do Campo Grande News, Rosevaldo era funcionário da Fazenda Chaparral, de propriedade da família Zahran, e saiu para caçar com Gabriel naquele domingo.

Durante a caça, Rosevaldo foi atingido no abdômen por um tiro acidental e morreu à noite, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Universitário, para onde foi levado por Gabriel.

 

Segundo as informações locais, Gabriel não se identificou na UPA e não aguardou informações médicas. Ele apenas teria informado que era amigo da vítima, que estavam caçando juntos e que Rosevaldo tinha sofrido um tiro acidental. Rosevaldo sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

 

Fatalidade

 

Cunhado de Rosevaldo, Luiz Carlos de Souza, também funcionário da família Zahran, confirmou a amizade entre Gabriel e Rosevaldo. Ele também contou que os dois tinham costume de caçarem juntos e disse acreditar que tudo não passou de uma fatalidade.

Em entrevista ao Campo Grande News, o Luiz Carlos contou que a família tinha acabou de voltar de uma missa quando recebeu um telefonema da polícia, informando a morte de Rosevaldo.

O ex-funcionário foi enterrado na tarde de segunda-feira (30), deixando esposa e dois filhos de 4 e 15 anos.

Investigações

Nessa terça-feira (31), Gabriel esteve com o advogado Márcio de Ávila Martins Filho na 5ª Delegacia de Polícia. Ele prestou depoimento à delegada Gabriela Stainle, que declarou o sigilo das investigações.

Até então, o caso é tratado como homicídio culposo, isto é, quando não há intenção de matar.

A defesa de Gabriel informou que, em razão do segredo das investigações, não poderia comentar o caso.

Post Relacionado