Mauro nega ação eleitoreira e pressão de Bolsonaro para redução de ICMS

69 0

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que a redução de impostos anunciada nessa semana não foi decidida por caráter eleitoreiro ou decorrente de pressão de alguns setores. O democrata ainda respondeu às críticas do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) de que o aumento na alíquota é de responsabilidade dos governadores.

“Eu já demonstrei aqui por muitas vezes que eu reajo muito bem sob pressão e não tomo decisões só porque estou sendo pressionado. Já enfrentei greves, já enfrentei pressões de diversos setores e eu procuro fazer diálogo, procuro ouvir, entender e esse é meu dever enquanto governador”, disse à imprensa.

Mauro anunciou a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da energia elétrica, do gás industrial e comercial e da gasolina em Mato Grosso. A ação, segundo o governador, faz parte do maior pacote de redução de impostos do Brasil.

Imagem: Reprodução

Informações: Conexão Poder

Post Relacionado

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *