Juíza mantém prisão de acusados envolvidos em pirâmide financeira

45 0

A juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, negou pedido de revogação da prisão preventiva de quatro pessoas acusadas de participarem de esquema de pirâmide financeira em Mato Grosso. São eles: Eder de Melo Gonçalves, Vinícius Silva Siqueira, Danilo Cerqueira dos Santos e Renato Evangelista dos Santos.

“Registro que a decretação da prisão preventiva se sustenta diante da comprovação da materialidade e dos indícios suficientes de autoria que, associados ao motivo legal da Garantia da Ordem Pública, especificamente no que se refere ao modus operandi com que teria agido os investigados, exige a adoção de uma postura mais rígida por parte do Poder Judiciário no que diz respeito à liberdade, por se tratar de fatos apurados que envolvem organização criminosa”, anotou a juíza em sua decisão.

As prisões foram cumpridas no mês de agosto, quando foi deflagrada a Operação EasY Money em Mato Grosso e outros quatro estados.

 

No dia 21 de setembro, a juíza recebeu denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) contra o grupo criminoso e tornou réus 10 acusados de participação no esquema.

 

Segundo o Ministério Público, a organização operava esquema de pirâmide financeira sob disfarce de “marketing multinível” por meio da empresa King Investimentos (que depois passou a se chamar King Prime), localizada em Rondonópolis (212 km de Cuiabá).

O trabalho se relacionava à prestação de serviços de aplicações no mercado financeiro e prometia uma rentabilidade de até 43,33% ao mês, já em um prazo de seis meses após a aplicação financeira.

O golpe promovido pelo grupo rendeu lucros milionários aos estelionatários, mas prejuízos para diversas pessoas de todo o país.

O processo corre em segredo de Justiça. A decisão, porém, foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico desta terça-feira (5).

Imagem: Reprodução

Informações: Reporter MT

Post Relacionado

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *