Polícia Civil está nas ruas em busca de criminoso que matou jovem durante festa

43 0

O caso da jovem Janaína Silva Barrozo, 27 anos, que morreu vítima de uma suposta bala perdida durante uma festa clandestina na região do Distrito do Sucuri, em Cuiabá, na madrugada do último domingo (03), segue em investigação e a equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O caso, ainda é muito recente com diversas perguntas sem respostas e, principalmente, sem culpados pela morte de uma mulher muito jovem. Janaína deixou marido e uma filha de 4 anos.

 

A sociedade e família querem saber que festa foi essa? Realmente clandestina? Quem são os responsáveis? Por que começou um tiroteio? Causas e circunstâncias? Quem foi o atirador ou atiradores? Entre outras perguntas que ajude a entender todos os fatos e os culpados identificados para que respondam na Justiça a morte da jovem.

A família pede Justiça pela perda. Querem uma ação efetiva da polícia para encontrarem o atirador, além de que os ‘promotores’ do evento também sejam responsabilizados pelo homicídio por promoverem evento, supostamente proibido.

Até o momento não há mais informações sobre os fatos e a DHPP, sob o comando do Delegado Mário Santiago, segue em buscas pelas respostas em endereços de testemunhas e envolvidos na realização do evento apontados pelas investigações.

Imagem: Reprodução

Post Relacionado