Dono de celular encontrado por reeducandos que atuam na limpeza agradece gesto da equipe comandada pela Limpurb; Veja Vídeo

36 0

Um gesto simples, por muitas vezes, é mais que suficiente para colocar um sorriso no rosto de uma pessoa. Foi exatamente essa experiência que a equipe de reeducandos contratados pela Prefeitura de Cuiabá viveu ao realizar a entrega de um aparelho de celular encontrado durante a execução do serviço de limpeza.

O fato ocorreu na praça pública do bairro Jardim das Américas, onde os mais de 30 homens estão trabalhando desde o início da semana. Nesta quinta-feira (11), por volta das 14h, enquanto desempenhava sua função, um deles encontrou o aparelho nas proximidades de um supermercado da região.

“O funcionário da nossa equipe, que cumpre pena no Centro de Ressocialização de Cuiabá, encontrou o celular e, prontamente, veio entregá-lo. Entramos em contato com o proprietário do celular e pedimos para que viesse buscá-lo. O dono ficou muito feliz com o gesto”, relata o encarregado Esmael Xavier.

Cuiabano “pau-rodado” desde 1982, quando veio para a capital para estudar na Universidade Federal de Mato Grosso, Eduardo Itsuo Saito, de 58 anos, é o feliz proprietário do celular. Sem nenhum receio de demonstrar sua alegria, ele parabenizou os trabalhadores pelo gesto e também a Prefeitura de Cuiabá pela oportunidade ofertada.

“Uma atitude muito boa da Prefeitura de Cuiabá, essa de fazer a parceria para ter os reeducandos na sua equipe de trabalho. Isso é muito louvável. Fiquei surpreso ao saber que todos que estão trabalhando aqui são reeducandos. Comprei esse celular na semana passada, ainda estou pagando. Graças a Deus e a bondade de todos esses servidores, agora, está na minha mão, foi devolvido. Muito obrigado”, disse Eduardo, com largo sorriso no rosto.

NOVA CHANCE

Desde 2017, a Prefeitura de Cuiabá vem fortalecendo essa política de inclusão envolvendo reeducandos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso. Nesse período, mais de 600 pessoas foram beneficiadas com esse projeto executado por meio de parceria entre o Município, a Fundação Nova Chance (Funac), a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH), e a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP).

“Buscamos dar uma nova oportunidade para essas pessoas que um dia erraram, estão pagando por isso, mas demonstram vontade de mudar uma antiga realidade. Ficamos orgulhosos ao ver que, em grande parte, o projeto tem funcionado. Gestos como este, de uma simples devolução de um objeto ao seu devido dono, demonstram que muitos realmente querem aproveitar essa chance”, comenta o prefeito em exercício José Roberto Stopa.

Post Relacionado