Mãe e filha quebram celular em cena de assassinato e acabam detidas

88 0

Mãe e filha foram detidas na noite de domingo (21), após quebrarem um celular na cena do homicídio que vitimou Vanderli Resende Fortunato, 35. Vítima tinha várias passagens criminais e para a polícia, as duas obstruíram provas do crime.

 

Polícia foi acionada por volta das 19h30, perto do Anel Viário, perto da entrada da Fazenda Santa Luzia, onde um corpo foi encontrado no banco traseiro de um Golf prata. Vítima estava com várias perfurações de arma de fogo.

 

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e a equipe constatou a morte. Cena do crime foi isolada e a Divisão de Homicídios e Perícia Técnica acionadas para o caso.

 

Assim que a vítima foi identificada, os peritos encontraram dentro do veículo um celular e 5 pen drives dentro da porta esquerda, que provavelmente seria da vítima. Cinco testemunhas estiveram na cena do crime.

 

Celulares apreendidos

Acontece que o grupo citado comentou que a vítima estava horas antes bebendo na companhia dos ‘caras’, mas que ao ser indagado, ninguém contou detalhes sobre o crime.

 

Diante da cena de execução, os investigadores decidiram apreender os celulares das 5 testemunhas que estavam na cena do crime. Quando pediu para uma mulher de 31 anos, ela jogou o aparelho no chão para quebra-lo.

 

Em seguida, quando o investigador foi pegar, a mãe dela pegou o celular e jogou novamente, entrando em luta corporal com o policial. Mulher ficou com escoriações no rosto e nos ombros.

 

Diante da situação, elas receberam voz de prisão e foram levadas para a delegacia por obstrução de provas e desobediência. O caso está em andamento.

Fonte: Gazeta Digital

Post Relacionado